domingo, 19 de novembro de 2017

15 Maneiras Surpreendentes Onde O Cânhamo Pode Salvar o Planeta

Os benefícios ambientais do cânhamo são simplesmente incríveis.
O cânhamo é uma das culturas mais antigas do mundo. Também é uma das mais versáteis.
De plásticos a papel, a planta de cânhamo oferece uma maneira de viver em harmonia com o meio ambiente e os ecossistemas que o sustentam.
Apenas para dar uma ideia do quão longe esta planta pode nos levar, aqui estão 15 formas incríveis, onde o cânhamo pode ser um divisor de águas para o planeta Terra.

1) O cânhamo evita a poluição por pesticidas

Você sabia que o cânhamo é naturalmente resistente às pragas? Ao contrário do algodão ou do linho (que são estimados consumir 50% de todos os pesticidas no planeta), o cultivo do cânhamo não requer pesticidas ou herbicidas.
Quando os pesticidas são pulverizados na terra, eles podem facilmente se infiltrar nas fontes de água, como um rio, oceano ou lagoa. Se os pesticidas contaminarem uma fonte de água, podem prejudicar os seres vivos dentro desta fonte (peixes, sapos, insetos e outros mais) junto com qualquer pessoa que a utilizar.
Os pesticidas têm sido associados ao câncer, defeitos congênitos, TDAH e doença de Alzheimer para citar apenas alguns. Portanto, não só os pesticidas são perigosos para o meio ambiente, como também são um perigo para a saúde do ser humano.
Ao cultivarmos o cânhamo, podemos reduzir significativamente a nossa exposição a toxinas e poluentes desnecessários.

2) O cânhamo ajuda a restaurar a fertilidade do solo

O cânhamo pode crescer em uma grande variedade de terrenos e tipos de solo. Forma raízes profundas ajudando a manter o solo unido. Isto evita a erosão do solo.
Na verdade, o cânhamo também aumenta o conteúdo microbiano do solo. E os benefícios incríveis não terminam por aí.
O caule e folhas da planta de cânhamo são ricos em nutrientes. Após a colheita, estes resíduos de nutrientes da planta podem ser devolvidos ao solo, rejuvenescendo-o para um rendimento mais rico no ano seguinte.

3) O cânhamo produz plástico biodegradável

Os EUA usaram mais de 45 bilhões de garrafas plásticas de água em 2015. Loucura mesmo: garrafas plásticas levam entre 400 e 1.000 anos para se decompor.
Considerando que a taxa de reciclagem nos EUA para o plástico é de apenas 23%, existe margem para melhorar, para dizer só o mínimo.
Os blocos básicos de construção de plásticos são a celulose derivada do petróleo. No entanto, o petróleo é altamente tóxico. O cânhamo, por outro lado, é o maior produtor de celulose da Terra. Além de ser biodegradável.
Por que não usar cânhamo não tóxico e biodegradável para produzir plásticos? Em vez de preencher nossos aterros com produtos químicos tóxicos, podemos reutilizar e reciclar produtos naturais.

4) O cânhamo absorve metais tóxicos

O solo sustenta a vida. As plantas que alimentam, vestem e abrigam, se originam da terra. No entanto, ficamos cada vez mais afastados dessa necessidade humana básica. Enquanto isso, os resíduos produzidos pelo homem contaminam o solo em todo o mundo.
Tanto a saúde do nosso planeta quanto a nossa saúde pessoal estão sob coação, e a necessidade de mudança é iminente.
Já foi provado que o cânhamo pode eliminar toxinas do meio ambiente. Ele é tão eficaz na absorção de materiais tóxicos que até mesmo foi considerado para remover a radiação de Fukushima.

5) O cânhamo é um excelente biocombustível renovável

Imagine se houvesse uma fonte de combustível não tóxico que poderia ser produzido internamente e fosse totalmente renovável. Acontece que ela já existe. Existe no planeta há milhares de anos.
O cânhamo é convertido em biodiesel a uma taxa de eficiência de 97%. Ele também queima a uma temperatura mais baixa do que qualquer outro tipo de biocombustível.
Além disto, quando queimado em um motor diesel, o cânhamo substitui o mau cheiro do escapamento do petróleo pelo cheiro agradável de cânhamo.
A transição para o biodiesel de cânhamo poderia ajudar a curar o planeta um quilômetro por vez.

6) O cânhamo produz tecidos sem resíduos químicos

Você sabia que a maioria das fibras sintéticas que usamos hoje são fabricadas a partir de materiais petroquímicos baseados em polímeros (materiais altamente tóxicos) ?
Produzir estes materiais sintéticos requer um processo intenso de energia, queimando grandes quantidades de gás, carvão ou petróleo bruto.
Como se isto não bastasse, este tipo de processo de fabricação libera emissões tóxicas para a atmosfera ao mesmo tempo em que deixa resíduos tóxicos dentro das fibras. Não é exatamente uma situação agradável nem ecologicamente correta.
No entanto, este problema pode ser evitado ao utilizar o cânhamo. Suas fibras são facilmente removidas da planta e podem criar roupas com utilização zero de resíduos químicos. O cânhamo também é um tecido altamente durável e resistente aos raios UV.

7) O cânhamo reduz os efeitos das emissões de carbono

O cânhamo tem o poder de transformar o meio ambiente reduzindo a poluição industrial. Ele é único, porque é uma das poucas culturas capaz de reduzir as emissões de carbono através da rápida captação de dióxido de carbono. Ele faz isso através de um processo conhecido como sequestro de carbono.
Quando cultivado, o cânhamo realmente captura as emissões de carbono da atmosfera. Essencialmente, ele ajuda a sequestrar ou “capturar” o carbono da atmosfera para a planta. Por cada tonelada de cânhamo produzida, 1,63 toneladas de carbono são removidas do ar.

8) O cânhamo evita o desmatamento

O desmatamento está aumentando em todo o mundo a taxas alarmantes. Os cientistas agora acreditam que a taxa de desmatamento equivale a uma perda de 48 campos de futebol a cada minuto.
Dentro de 100 anos, estima-se que não haverá florestas tropicais. Vergonhosamente, os EUA têm menos de 5% da população mundial, mas consome mais de um terço do papel mundial.
Mas existe esperança.
O cânhamo pode facilmente substituir árvores como fonte de matéria-prima para madeira e papel. Uma vez que cada quilômetro de cânhamo pode produzir tanto papel anualmente quanto quatro quilômetros de árvores.
Enquanto as árvores levam anos para o tempo de extração, o cânhamo pode ser cultivado e produzir rapidamente em meses. O papel de cânhamo também é mais durável do que o papel produzido a partir de árvores.
Em outras palavras, é inacreditável, a transição para o cânhamo poderia literalmente salvar as árvores e o planeta.

9) O cânhamo conserva água

É necessário mais de 18.500 litros de água para produzir 2,2 quilos de fibra. Na verdade, o algodão é uma das culturas mais dependentes da água e está esgotando rapidamente nossas fontes de água doce.
Em contrapartida, o cânhamo requer irrigação mínima em relação ao algodão. Um estudo no Reino Unido que comparou a produção de algodão com a produção de cânhamo descobriu que o cânhamo utilizava 2.400-3.300 litros de água para produzir 2,2 quilos de fibra.
Considerando que o cânhamo é adequado para a produção de fibras, fica bem claro sua opção superior.
Por que o mundo está levando tanto tempo para utilizar em larga escala esta planta ?

10) O cânhamo apoia práticas agrícolas sustentáveis

Os agricultores que praticam técnicas agrícolas sustentáveis conhecem a importância da rotação de culturas por temporada. Não só mantém o solo rico em nutrientes, mas também aumenta o rendimento global.
O cânhamo é a planta ideal para uma rotação de culturas. Enriquece o solo, além de remover as toxinas. O cultivo de cânhamo ajuda a manter o solo e o ar mais saudável nos próximos anos.

11) O cânhamo impede a compactação do solo e a erosão

Você sabia que atualmente a compactação do solo e a erosão são alguns dos maiores problemas que afligem os agricultores ?
Isto é particularmente verdadeiro para os agricultores que dependem de duas culturas básicas: soja e milho.
O milho contém um sistema radicular forte e fibroso que penetra no solo profundamente abaixo da superfície. Ao longo do tempo, estas raízes podem levar à compactação do solo durante o inverno e a primavera.
A soja também possui um sistema radicular forte, mas não penetra abaixo da camada superficial do solo. Como resultado, a erosão do solo pode ocorrer com frequência.
O cânhamo é capaz de reparar solos danificados. De fato, introduzir o cânhamo em rotações de culturas não só agrega diversidade, como também pode reverter os efeitos do solo compacto e da erosão. O cânhamo contém raízes profundas que podem atingir até 2,7 m abaixo da superfície. Essas raízes abundantes ajudam a quebrar a compactação do solo, ao mesmo tempo que aumentam a absorção de nutrientes.

12) O cânhamo permite a construção de casas mais fortes e saudáveis

O uso da planta de cânhamo pode se estender em todos os aspectos de nossa vida, incluindo para construir nossas casas.
Os painéis de fibra feitos a partir de um composto baseado em cânhamo são mais fortes e mais leves que os feitos de madeira. Sem mencionar a combinação de cânhamo e limão que resulta em um sistema de isolamento acústico superior ao concreto.
As casas de cânhamo têm uma durabilidade incrível. Uma casa de cânhamo no Japãoé estimada em mais de 300 anos !
Talvez o que seja ainda mais surpreendente, as casas de cânhamo também proporcionam um ambiente de vida mais saudável. Ao contrário de fibra de vidro ou gesso, ele é não tóxico e é resistente ao mofo.
Se ficarmos atentos sobre isto, vamos perceber que as casas de cânhamo serão o futuro da vida verde.

13) O cânhamo reduz a poluição do ar

A poluição do ar não é apenas prejudicial para a saúde humana, mas também pode causar uma série devastadora de efeitos ambientais. Enquanto a China é o maior produtor mundial de dióxido de carbono, os Estados Unidos estão logo atrás como o número 2.
Se continuarmos ignorando esta realidade, é provável que estes problemas aumentem ainda mais. Enquanto isto deixamos de usar o cânhamo que pode quebrar os poluentes e melhorar a qualidade do ar.
O cânhamo pode ser usado até como fonte de papel, eliminando a necessidade de clareamento com cloro, uma causa direta do excesso de dióxido de carbono no meio ambiente.

14) O cânhamo cresce em qualquer ambiente

Imagine se houvesse uma cultura que pudesse ser cultivada em paticamente qualquer lugar do mundo. Que esta cultura não precisasse de pesticidas e poderia produzir mais de 25 mil produtos.
Melhor ainda, cada safra fica pronta em meses e continua produzindo nos próximos anos. Surpresa, esta cultura é o cânhamo. O cânhamo é uma planta incrivelmente durável.
Da China ao Colorado, o cânhamo pode crescer em uma ampla gama de tipos de clima, o que significa que o cânhamo tem potencial para ser produzido localmente em qualquer parte do planeta.
Uma fonte de alimento, renda e mais, a cultura de cânhamo poderia mudar vidas para melhor. O cânhamo também pode levar a uma agricultura mais sustentável, o que por sua vez, reforça as economias locais, tendo um impacto positivo no meio ambiente.

15) O cânhamo pode ajudar a reduzir a fome no mundo

Cerca de 795 milhões de pessoas estão subnutridas globalmente. Nos países em desenvolvimento (onde 92% das crianças vivem), 30 em cada 100 sofrerão um crescimento atrofiado devido à falta de nutrição.
As sementes de cânhamo são o novo superalimento !
Agora, imagine se o cânhamo estivesse sendo usado. Não só o cânhamo é barato, como pode ser cultivado em qualquer lugar. Na verdade, as sementes de cânhamo são consideradas uma das fontes de alimento mais nutricionalmente densas no planeta. Uma proteína completa, as sementes de cânhamo fornecem ao corpo, aminoácidos, vitaminas e muito mais !
Além disso, as sementes de cânhamo também podem produzir dois produtos alimentares essenciais, óleo e farinha. Portanto, não só o cânhamo é nutricionalmente rico, mas também é versátil.
Cultivar o cânhamo como uma cultura básica pode mudar a vida das pessoas para melhor em todo o mundo, especialmente se você considerar o grande número de pessoas que não só poderiam ser alimentadas, mas também nutridas por este superalimento.
A humanidade vem cultivando o cânhamo por milhares de anos. Alguns antropólogos afirmam que o cânhamo foi a primeira cultura agrícola domesticada por humanos há mais de doze mil anos.
É hora de retornarmos às nossas raízes.
Alternar para produtos de cânhamo pode não resolver todos os problemas do mundo, mas é um começo. O cânhamo tem o potencial de deixar o planeta mais limpo e mais verde para as gerações futuras. É hora de deixar o cânhamo brilhar de uma vez por todas.
©Rachel Garland
OBS: Com o objetivo de facilitar a leitura alguns dos links estão acionando a tradução do google, caso alguém deseja ver o texto original é só clicar no botão “original”.
Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível ☼
A “Luz é Invencível” tem por norma não publicar comentários com links.
Pedimos a compreensão de todos, para qualquer dúvida temos nossa caixa de sugestões onde todos podem livremente fazer suas colocações. Agradecemos a compreensão de todos.
Equipe da “Luz é Invencível”.

sábado, 28 de outubro de 2017

O Processo de Ascensão Universal – Nossa Jornada Rumo à Unidade

A humanidade está no meio de um grande evento de ascensão e de fato, uma grande mudança trans dimensional está acontecendo em toda a criação.
Esta mudança está sendo experimentado na Terra como elevados níveis de consciência, habilidades de percepção expandida e manifestação acelerada. E esta mudança é apenas um pequeno aspecto do processo geral de ascensão que todo o Universo passa constantemente.
O processo de ascensão universal é a dinâmica evolutiva fundamental que opera dentro da estrutura multidimensional da consciência universal e juntamente com as leis e a mecânica da criação da realidaderepresentam os três elementos fundamentais absolutos da realidade e da existência.
O processo de ascensão universal tem sido discutido ao longo das Eras e muitas vezes é mal interpretado ou simplificado demais.
A ascensão não é sobre ir a um “lugar” mais elevado, é sobre alcançar níveis mais elevados de consciência e reintegrar-se com seu EU das dimensões superiores e em última instância, reintegrar-se completamente com seu EU, que é a consciência da Fonte.
“É para este estado de união com seus níveis expandidos que você se esforça nestes tempos”. ~Rasha, Oneness
Neste artigo, eu ofereço minha compreensão do processo de ascensão universal obtido através de meus estudos e ideias nos últimos anos.

O Processo de Ascensão Universal

A ascensão é a dinâmica central do Universo, e não pode ser entendida sem perceber que o Universo é a consciência e entender como esta consciência está estruturada. Vamos fazer uma revisão rápida.

Tudo é Energia, Tudo é Mente

Tudo, visível e invisível para os nossos sentidos físicos, incluindo a matéria, são simplesmente padrões de energia.
O Universo é um campo de energia, e aqui está o segredo, este campo de energia é consciente ! Como e por que isto é assim, ainda é um pouco de um mistério, mas a consciência é a matéria fundamental do Universo e tudo o mais é derivado dela.
Nossa consciência não é um produto do nosso cérebro físico, como a ciência convencional nos faz acreditar, ela é um fio da Consciência Universal. Existe apenas uma Consciência no Universo e ela é a “Fonte” de cada uma das consciências.

A Natureza da Realidade

A realidade que percebemos e experimentamos não é a coisa objetiva que nossos sentidos físicos e mente analítica concluíram, é mais parecida com um sonho coerente muito lúcido.
Nós existimos dentro de uma mente, um grande espaço conceitual criado pelos pensamentos da Mente Cósmica. Somos pontos focais de consciência desta Mente Cósmica, cada um percebendo e experimentando uma pequena fatia deste grande espaço conceitual a partir do seu ponto de vista único.
A realidade que percebemos é apenas a ponta do iceberg. Existem vários reinos de existência e planos de realidade dentro deste grande espaço conceitual, existe muito mais do que imaginamos e é incrível !

A Natureza do Eu

O eu que muitos acreditam que são eles totalmente, o eu que se identifica com o corpo físico e a mente física, é um mero fragmento transitório do seu VERDADEIRO EU. Seu verdadeiro EU é a sua consciência, e é um fio da Consciência Universal.
E esta consciência que é VOCÊ, está organizada em múltiplas camadas, sendo cada camada superior composta de todas as partes da camada inferior, você é um ser multidimensional e cada nível de si mesmo está se esforçando para se reunir com a sua Fonte, este é o processo de ascensão.
A camada mais imediata da sua consciência é a sua ALMA. Sua alma é um aspecto individualizado da Consciência Universal com seu próprio ponto focal de consciência e memória local que acumula e armazena todas as suas experiências e as compreensões derivadas delas, dentro do seu campo de energia.
Sua alma é criada/subdividida e conectada ao seu corpo físico porque a existência física é diferente de qualquer coisa nos reinos não físicos, fornecendo experiências altamente informativas que contribuem grandemente para a sua evolução e ascensão espiritual.

A Estrutura Multinível da Consciência Universal

Sua alma faz parte da estrutura composta de múltiplas camadas da Consciência Universal. Como explicado em profundidade no meu artigo, O Eu Multidimensional, a Consciência da Fonte criou muitos EUs dentro de si pelo processo de divisão.
Sua consciência é subdividida em múltiplos pontos de consciência, cada uma com sua própria memória local, criando subtópicos individualizados de sua consciência, em essência sub eus.
O mecanismo primário do processo de subdivisão é a redução da frequência. Ao reduzir a frequência de porções de sua energia, a Fonte criou áreas distintas dentro de sua consciência.
A diferenciação de frequência é uma das razões pelas quais os sub eus aparecem distintos e separados do seu eu pai e é um elemento-chave na compreensão do processo da ascensão universal.
A capacidade da consciência de se subdividir é geral, e cada fio de consciência, cada sub eu independentemente do seu nível pode por sua vez se subdividir e se tornar o pai para muitos sub filhos/eus.
Este processo de subdivisão tem sido repetido muitas vezes, criando uma linhagem profunda de pais/filhos, uma árvore de ramificação maciça interligando todos dentro do EU UM.
O pai de um grupo de sub eus pode ser pensado como o seu EU de uma frequência superior e também pode ser pensado como um EU composto, porque todos os sub eus de um EU pai são realmente apenas aspectos ou partes do EU pai, e finalmente, o EU pai é a soma de todas as experiências e entendimentos de todos os seus sub eus.
Tenha em mente que um sub eu é simplesmente um padrão de energia sensível em uma frequência menor do que seu pai. O padrão de energia do sub eu é superposto pelo padrão de energia de seu pai.
Em outras palavras, NO INTERIOR DOS sub eus estão os padrões de energia da frequência superior de seus pais. Então literalmente, todos os níveis mais altos de consciência de si mesmo do qual você faz parte estão dentro de você, e você está dentro deles, porque são simplesmente padrões de energia sobrepostos um ao outro em diferentes frequências.
A estrutura divisional multinível da consciência, representa uma estratégia evolutiva massivamente paralela para a expansão da consciência da Fonte. A Fonte é a soma de todas as experiências e compreensões de uma enorme árvore de sub eus.
Em última análise, cada ser é uma parte do EU UM que é a consciência da Fonte, que está expandindo sua compreensão de si mesma e a natureza de sua existência através de todas as nossas experiências.

A jornada Das Almas – Evolução Espiritual e Ascensão

O impulso fundamental que norteia todos os eus, todos os seres, em qualquer nível na árvore da consciência é o desejo de evoluir espiritualmente e alcançar a união com a Fonte.
Um estado de ser da consciência; como ele se vê em relação aos outros, seus princípios, ideais e valores estão correlacionados com a frequência de sua energia. As experiências de um ser impulsionam a evolução de sua consciência e à medida que evolui, ele ascende a níveis mais altos de consciência e frequência.
Sua alma está perto do fundo da pilha na estrutura multinível da consciência. A alma existe em um nível de frequência que é próximo o suficiente das faixas de frequências físicas para permitir que ela se conecte a um corpo físico.
A vida física oferece experiências profundas e altamente informativas que proporcionam a sua alma oportunidades incríveis para uma rápida evolução espiritual.
Cada alma evolui pelo processo linear aparente de encarnar muitas vezes em uma série de vidas físicas.
Mas resulta que nossa concepção linear é errada, todas estas vidas: passado, presente e futuro estão acontecendo simultaneamente ! Nosso equívoco sobre a reencarnação como um processo sequencial baseia-se no equívoco sobre a natureza do tempo e nossa falta de compreensão da natureza multidimensional do EU.
As muitas vidas que são atribuídas a sua alma, são na verdade as vidas paralelas de um grupo relacionado de almas, todas as almas que são filhas de seu próprio EU pai, um nível de seres conhecidos como Super Alma.
Sua Super Alma subdividiu-se em muitas almas com o propósito específico de coletar uma riqueza de experiências físicas em muitas jornadas paralelas.
Os entendimentos colhidos nestas jornadas, estão enriquecendo sua Super Alma e todos os níveis mais altos de si mesmo, aproximando-o cada vez mais de uma sintonização completa com seu EU mais elevado, EU UM, a consciência da Fonte.

O EU Mais Elevado, o EU Mais Amplo, o EU UM

Sua Super Alma é o eu mais elevado imediato da sua alma, mas também pode ser considerada seu “Eu mais amplo” porque sua Super Alma é composta de você e de todas as outras almas que que fazem parte dela. E se você adotou a perspectiva de sua Super Alma, você pode até considerar as outras almas dela como seus “outros eus”.
E você pode levar essa ideia um passo adiante se você adotar a perspectiva de seu EU mais elevado, o EU UM, então todos os sub eus criados dentro do EU UM, independentemente do nível, poderiam ser considerados seus outros eus. Em um sentido muito real, NÓS SOMOS TODOS UM.

Sub Fios da Alma – Prováveis Eus

Pouco conhecido e bastante surpreendente, é o exemplo adicional da estratégia massivamente paralela que cada nível de consciência e estado de ser está empregando para maximizar sua evolução espiritual, é algo que sua alma faz totalmente sem o seu conhecimento.
Sua alma não está experimentando apenas um caminho de vida definido por suas escolhas, está experimentando CADA POSSÍVEL variação do caminho de vida e fazendo isto em paralelo !
Sua alma está literalmente explorando todas as formas prováveis que sua vida pode experimentar. Em cada ponto de decisão de qualquer significado ao longo de seu caminho de vida, sua alma cria mais sub eus de sua consciência e os usa para seguir todos os caminhos da experiência.
Em qualquer momento, sua alma tem um número substancial de sub eus navegando nas muitas variações paralelas do caminho de vida e assim, maximizando o potencial de crescimento para si e para todos os seus níveis mais elevados de EU.
Você é um ser multinível, multiparte e através de suas jornadas simultâneas em muitas realidades, reinos e linhas de tempo, você colheu uma riqueza de experiências e entendimentos que estão enriquecendo cada nível de si mesmo.

Ascensão e o Processo de Unificação

A jornada da alma envolve muito mais do que apenas almas, cada nível de ser e você mesmo está envolvido. A jornada é o processo evolutivo de reintegração com nossa Fonte. Todos os seres estão continuamente evoluindo até se reunirem com o EU UM e se tornarem UM com a sua Fonte.
Nossa Fonte usa o processo de se dividir e se diferenciar como uma estratégia para explorar sua própria natureza e sua existência. As experiências e os entendimentos adquiridos com seus muitos sub eus estão expandindo sua compreensão de si mesma em uma taxa exponencial.
As experiências que cada um de nós obtêm e os entendimentos que são adquiridos, não são assimilados no próximo nível superior de nosso ser até que nos reintegremos energeticamente com este próximo nível.
Conforme um determinado nível de eu evolui seu nível de consciência, também está aumentando sua frequência, aproximando-se cada vez mais da frequência do próximo nível superior de si (EU pai). Quando a sua frequência se eleva para coincidir com a frequência do seu EU pai, então a reintegração completa é alcançada e a reunificação com o EU pai está completa.
À medida que cada eu filho se reintegra com seu EU original, todas as experiências e os entendimentos do filho se fundem totalmente com o pai e quando todos os eus filhos se reintegram com seu EU pai, o nível de consciência e frequência do pai, move-se cada vez mais para a reintegração com o seu próximo EU pai.
Este processo sobe em cascata até que finalmente, todos os níveis de eu e de todos os sub eus tenham se reintegraram com seu EU mais elevado, a consciência da Fonte, o EU UM.

Ciclos de Diferenciação/Divisão e Unificação

Este é o processo de ascensão universal e tem duas fases: diferenciação e unificação.
Durante a fase de diferenciação, a Fonte se divide em muitos sub eus, usando o processo sub divisional de vários níveis, desdobrando-se/desenrolando-se em uma grande estrutura de árvore invertida.
Isso prepara o cenário para a fase de unificação, iniciando um processo massivamente paralelo de auto descoberta e reunificação. O processo de reunificação progride de baixo para cima.
A grande árvore invertida de seres retrai-se progressivamente a partir dos níveis mais baixos de estado de ser, das folhas da árvore os seres físicos encarnados dirigem-se para a base da árvore no mais alto nível de consciência.
Esta é a nossa jornada para a unidade. Esta é a dinâmica fundamental que nossa Fonte iniciou para se expandir.
Este é o grande processo de diferenciação e unificação que o EU UM repetiu muitas vezes para expandir sua compreensão do eu e da existência. O filósofo francês Henri Bergson capturou involuntariamente a essência desse processo quando disse o seguinte.
“Existir é mudar, mudar é amadurecer, amadurecer é continuar criando-se infinitamente”.

A UNIDADE é o estado para o qual cada nível de ser se esforça. E esse desejo de reunificação vem diretamente daquele que existe profundamente dentro de nós.
UM por todos e todos por UM !
©Jeff
Origem: humansarefree

Papiro egípcio antigo mostra desembarque de um OVNI na “Grande Esfinge”?

O enigmático papiro funerário de 3.000 anos Djedkhonsuiefankh que se encontra no Museu do Cairo ilustra uma cena estranha: um objeto em forma de disco, representado como extremamente brilhante, com um trem de pouso implantado em cima de uma Esfinge.
Poderia ser realmente um UFO alienígena?
Os caçadores de extraterrestres acreditam que esta é a evidência final de uma conexão profunda entre o antigo Egito e os seres do outro mundo.
O objeto visto em cima da Esfinge é diferente de qualquer outra "Embarcação" visto na mitologia egípcia antiga.
Na verdade, é diferente de qualquer coisa anteriormente vista em sua iconografia ou simbolismo.
Há representações semelhantes de supostas máquinas aéreas no templo de Seti I, mas estas foram desconsideradas como resultado do palimpsesto.
O objeto curioso visto no papiro funerário Djedkhonsuiefankh foi pintado pelos antigos como um disco que irradia luz extremamente brilhante  e quando você olha as representações modernas de OVNIs, parece ser exatamente como as pessoas descreveriam um OVNI hoje.
Este antigo papiro é apresentado em um estudo intitulado: Espaço cósmico e Tempo arquetípico, Representações da deusa do céu Nut em três túmulos reais do Novo Reino e a relação com a Via Láctea, por Amanda-Alice Maravelia .
E se olharmos de perto o papiro antigo é claro que é um objeto em forma de disco que possui uma cúpula radiante no topo. É retratado como tendo "desembarcado" na Esfinge, com três trípodes parecidos a pernas vistos sob a protuberância do objeto.
Mas o que torna a Esfinge tão especial? E se isso realmente for um UFO - e não uma planta ou algum tipo de bug?
Sim, poderia ser uma planta-flor, ou mesmo algum tipo de algo mais? Certo? E se houver outra explicação sobre o que é o objeto? Eu quis dizer apenas porque parece um objeto em forma de disco que desembarcou na Esfinge, não significa que seja um ...
A verdade é que a origem da Esfinge é desconhecida e isso realmente não ajuda muito quando você vê um papiro como esse.
O grau de erosão que vemos nela sugere que remonta a 10.000 aC. É um monumento antigo cujos segredos permaneceram escondidos por milhares de anos.
É relatado que pesquisadores encontraram passagens em câmaras escondidas sob a Esfinge e alguns até se aventuraram e dizem que a Esfinge pode manter a verdade por trás da nossa própria existência.
É referenciado como um dos monumentos mais misteriosos da superfície do planeta.
Quando o monumento maciço foi encontrado pela primeira vez ele estava coberto por areia. Durante séculos, a maioria dos visitantes e pesquisadores que visitaram a área acreditava que isso era tudo o que existia.
No entanto, o engenheiro francês Emile Baraize estava convencido de que muito mais se encontra abaixo da superfície do que os arqueólogos estavam conscientes, razão pela qual ele encomendou uma escavação para descobrir o resto da Esfinge. Finalmente, depois de 11 anos de escavação extensiva, Baraize e sua equipe desenterraram um corpo maciço parecido com um leão, reintroduzindo o enorme monumento ao mundo em seu esplendor completo. É a maior escultura monolítica na Terra.
Curiosamente, além do papiro acima mencionado que "ilustra" o objeto em forma de disco, há outro manuscrito antigo considerado como a evidência final de contato extraterrestre no antigo Egito.
Chamado o Papiro Tulli, o manuscrito antigo detalha uma cena incrível.
A tradução do texto de acordo com R. Cedric Leonard afirma:
"No ano 22, do terceiro mês de inverno, sexta hora do dia [...] entre os escribas da Casa da Vida, descobriu-se que um estranho Disco de fogo que estava chegando do céu. Não tinha cabeça. A respiração de sua boca emitia um mau cheiro. Seu corpo tinha uma haste de comprimento e uma haste de largura. Não tinha voz. Chegou à casa de Sua Majestade. Seu coração ficou confuso através dele, e eles caíram sobre suas barrigas. Eles foram para o rei, para denunciá-lo. Sua Majestade [ordenou que] os pergaminhos [localizados] na Casa da Vida sejam consultados. Sua Majestade meditou sobre todos esses eventos que agora estavam acontecendo.
Depois de vários dias se passaram, eles se tornaram mais numerosos no céu do que nunca. Eles brilhavam no céu mais do que o brilho do sol, e estendiam-se até os limites dos quatro apoios do céu [...] Poderoso era a posição dos Discos de fogo.
O exército do rei observou, com Sua Majestade no meio deles. Foi após a refeição da noite quando os discos subiram ainda mais no céu para o sul. Peixe e outros voláteis choveram do céu: uma maravilha nunca antes conhecida desde a fundação do país. E Sua Majestade fez com que o incenso fosse levado a apaziguar o coração de Amun-Re, o deus das Duas Terras. E foi [ordenado] que o evento [seja registrado para] Sua Majestade nos Anais da Casa da Vida [para ser lembrado] para sempre ".
Poderia ser que o enigmático objeto em forma de disco em cima da esfinge fosse um daqueles estranhos Discos de fogo mencionados no Papiro Tulli?
Fonte:https://www.ancient-code.com 
Via: UFOS ONLINE
Veja o Vídeo Abaixo:

                                             Fonte:MLordandGod

Anomalias gravitacionais magnéticas abrem “Portais Dimensionais” no Triângulo das Bermudas!

Triângulo das Bermudas, tipo de "barragem de St.Patrizia paranormal", onde desapareceram centenas de navios e cerca de vinte aviões e onde desvios do campo magnético, muitos avistamentos de OVNI muito acima da média e muito mais. Várias hipóteses acompanharam essas relações, entre elas a mais controversa é a teoria de que o arquipélago das Bahamas é formado pelas cimeiras das montanhas do continente perdido da Atlântida, afundadas nestes mares milionários orsono.
Eu sou um historiador, com um doutorado em história e sociologia na Universidade de Colônia - tão bem treinado para evitar adivinhação e atendimento aos fatos - e não esperava contribuir um dia com essa controvérsia. Mas o caso foi definido de forma diferente. Como instrutor sub-profissional, em 1995 fui enviado pela empresa em que trabalhei em Nassau, nas Bahamas, por um período de seis meses. Durante o meu trabalho, os proprietários dos barcos do lugar muitas vezes me disseram que a leitura de suas bússolas tinha sido de repente equivocada, trazendo-os completamente fora do caminho. Minha curiosidade foi esmagadora e eu decidi traçar quaisquer irregularidades em campos magnéticos nas áreas onde os desvios foram observados, tentando registrar medições detalhadas.
Caça para Provas
Com base nos relatórios que ouvi, optei por mergulhar em sete locais diferentes: Fish Hotel, Lyford Cay e White Hole, perto de Nassau; Lost Blue Hole, cerca de uma hora navegando de Nassau; Dogleg Reef, a uma hora de Marathon, Florida Keys; o chamado "Muro Atlântico", perto de Bimini; e Sunken Train, em Eluthera.
Dois colegas de mergulho - US Al Miller e jamaicano Joel Green - escoltaram-me para esses embarques. Dentro de alguns meses, mergulhamos de uma a sete vezes por semana, mergulhando várias vezes em cada resort, geralmente descendendo para uma profundidade de algumas dezenas de metros. Cada mergulho durou uma média de 60 ou 75 minutos. Encontramos evidências de desvios magnéticos em quatro dessas áreas: Fish Hotel, Lyford Cay e White Hole nas Bahamas e Dogleg Reef no sul da Flórida. Durante nossos mergulhos, nós colecionamos elementos muito precisos sobre as diferenças entre os valores normais e os realmente gravados pelas nossas bússolas.
Nos meses seguintes, passei esses dados para vários físicos de todo o mundo. Todos concordaram que essas anomalias de campos magnéticos terrestres poderiam ser causadas por "buracos de minhoca" microscópicos que apareceram e desapareceram em um curto espaço de tempo. Não podiam imaginar outras possíveis explicações. O professor John Wheeler, da Universidade de Princeton, descreve os buracos de minhoca como "túneis de trânsito" entre diferentes dimensões da realidade. De acordo com Wheeler, os buracos de minhoca mediram apenas uma fração de giga de um centímetro quadrado, ou em figuras, o número 1 precedido por 33 zeros, precedido por um ponto decimal. Assume-se que esses orifícios em miniatura pretos, que aparecem e desaparecem continuamente a partir da geometria do espaço, são pequenas partículas de "matéria virtual" ou que só podem existir por um período de tempo limitado. Os chamados mini-buracos brancos, seus homólogos, em vez disso, seriam compostos de anti-matéria virtual. Sempre que esses dois tipos de matéria virtual são formados, em qualquer nível, eles se autodestruam imediatamente. O professor Wheeler, no entanto, não pode explicar o motivo da aparição contínua, desaparecimento e reaparecimento desses mini-buracos.
Opinião científica
Quanto às minhas gravações de anormalidades de campo magnético, aqui estão as opiniões expressas por alguns cientistas - em geral a física quântica - com quem falei. De acordo com o físico Dr. Werner Muller, Karlruhe: "Ao confiar nas figuras que forneci e no fato de que nenhuma fonte natural foi encontrada no fundo do mar, elas são apenas as teorias da física quântica para explicar esse fenômeno". Para o Prof. físico Tsung-Min Gung de Tóquio: "Se as teorias sobre conexões interdimensionais não são totalmente erradas e se elas podem ser desenvolvidas como espero, a interdependência íntima entre a gravidade e o campo magnético da Terra pode ser uma das maneiras de localizar essas aberturas entre diferentes tamanhos ".
Por sua parte, o físico Dr. Grazyna Fosar de Berlim afirma: "Do ponto de vista da física, a única explicação razoável para esses desvios misteriosos em campos magnéticos é a existência de" portões "em relação ao hiperespaço". Resultados surpreendentes, que me levaram a estudar, com crescente interesse, os outros fenômenos característicos do "Triângulo das Bermudas" associado à área das Bahamas. O pressuposto de que os desvios magnéticos foram causados ​​pela presença de "stargates" já havia sido avançado há algum tempo (embora, tanto quanto eu sei, eu fui o primeiro a coletar dados reais sobre isso) e alguns pesquisadores o associaram precisamente com a presença de estes "stargates" a incidência extremamente elevada de avistamentos de OVNI registrados nesse arquipélago.
Uma base naval altamente Avançada
Muitas dessas observações ocorreram no Centro de Avaliação do Submarino Atlântico ou a AUTEC, a base naval americana nas Bahamas. Portanto, alguns pesquisadores acreditam que a AUTEC poderia ser uma área submarina 51 - um lugar onde o governo dos Estados Unidos realizaria buscas secretas em OVNIs e que, de tempos em tempos, seria visitado pelos extraterrestres. Eu decidi investigar essas incríveis conjecturas. AUTEC possui recursos verdadeiramente únicos, incluindo um polígono subaquático para experimentar e estudar armas acústicas. Ele está localizado na Ilha de Andros, a 285 quilômetros a sudeste de West Palm Beach, na Flórida.
Instalações e oficinas de Andros - para visitar que exigem uma autorização especial - cobrem menos de dois quilômetros quadrados de terra, mas, na realidade, o AUTEC inclui 2.688 milhas quadradas do Mar do Caribe ao redor. Esta área do oceano é constituída por uma baía de mares abismais e rasas, 160 quilômetros de comprimento e 32 de largura, no fundo do 700 fathom (medida de profundidade: 1 fathom = 1,829 m.) Das 1.100 extremidades do seu lado norte. Na verdade, esta é uma enorme quantidade de espaço aquático. Além disso, aprendi com várias fontes que a base de Andros está sujeita a medidas de segurança severas e secretas.
O Centro de Avaliação e Avaliação do Submarino Atlântico ou o AUTEC, a Base Naval Americana nas Bahamas
UFOs e "buracos azuis"
Nas águas circundantes da ilha, dispositivos estranhos foram vistos de tempos em tempos que não se assemelham apenas aos OVNIs, mas também tiveram a mesma rapidez surpreendente de movimento e fizeram os mesmos ângulos incríveis. Um empresário vienense me disse que enquanto ele circulava nas margens de Andros com seu iate, viu uma distância de cerca de três quilômetros (era um dia muito claro), em águas profundas a mais de dois quilômetros, um objeto imóvel que parecia como uma baleia. Aproximando-se a menos de 800 metros do objeto - que começou a emitir um brilho estranho - ele descobriu que era uma espécie de dispositivo tecnológico, de design ultramoderno. De repente, o aparelho começou a dirigir-se para o sul, para o que a testemunha chamou de "uma velocidade louca". Ele deslizou sobre a superfície da água e depois desapareceu instantaneamente nas ondas, já não reapareceu.
Eu me referi às teorias obscuras e conspiradoras muito obscuras sobre o tema do ATOEC, que é possível para a área submarina 51, bem como vozes semelhantes que circulam na verdadeira Área 51. Aqui está um exemplo, referindo-se a um informante em que entrevistei Novembro de 1998, na sede da NASA em Cape Kennedy, Flórida. Ele me disse que Rob Palmer - um mergulhador inglês bem conhecido e apreciado no ambiente, que havia sido diretor de um centro de pesquisa de buracos azuis nas Bahamas há vários anos, desapareceu durante um mergulho em julho de 1997 Mar Vermelho, em Israel, e ele pensou que ele estava morto. Os "buracos azuis" são pequenas cavernas subaquáticas aparentemente formadas a partir de dentro e encontradas principalmente nesse arquipélago. Eu acho que os buracos azuis podem ter sido gerados devido às aparências contínuas e aos desaparecimentos dos buracos de minhoca microscópicos.
Aparentemente, Rob Palmer tinha uma teoria semelhante e também estava convencido de que os buracos azuis poderiam ser um ponto de trânsito para os OVNIs provenientes de outras dimensões. Suas investigações estavam cada vez mais próximas da Ilha de Andros, onde existe uma verdadeira proliferação desses buracos azuis. Meu informante me disse que alguns rumores circulavam que Palmer havia sido morto por oficiais da AUCT, provavelmente porque ele sabia demais, através de uma sugestão hipnótica que teria induzido o suicídio enquanto mergulhava no Mar Vermelho.
Como historiador, não é minha intenção aprofundar tão suposições tão tristes, mas o simples fato de que tais rumores existam sugere que possa haver algum tipo de atividade clandestina na base de Andros.
E a Atlântida ressurgiu das águas
Como grande parte do material que eu estudava provou ter uma base de verdade, por mais indiferente que fosse, decidi investigar a história de que a área das Bahamas correspondia ao antigo continente da Atlântida, não completamente submerso. Muitos acreditavam há muito tempo que as paredes submarinas de Bimini eram um vestígio da Atlântida. A ideia tinha sido avançada no início pelo médio Edgar Cayce, que afirmou que muitas das pessoas que ele estava examinando viveram vidas passadas na Atlântida. Alguns cientistas do estabelecimento de pesquisa de construção do governo britânico, usando as últimas tecnologias, até descobriram as pequenas quantidades de carvão e ouro dentro das que parecem ser pedras sintéticas, encontradas no fundo do mar de Bimini.
Como historiador, estou principalmente interessado em estudar as principais fontes de informação em vez de secundárias, então eu decidi ler o único texto sobre o qual se baseavam os milhares de livros dedicados à Atlântida: a Crisis, um diálogo escrito pelo filósofo grego Platão. Acima de tudo, decidi não lê-lo em termos mitológicos ou metafóricos, como muitos, mas como um verdadeiro documento histórico. Então perdi as contas detalhadas do esplendor deste antigo reino, concentrando-me em seu tamanho, que nos foi transmitido por Platão: de que forma a Atlântida teve? Qual era o seu comprimento e largura?
Aprendi algo fascinante: se pudéssemos levar o atual arquipélago das Bahamas e levantar a massa inteira do continente em 90 metros - ou, em outras palavras, abaixe o nível da água em torno das Bahamas em 90 metros (trazendo de volta a o nível que tinha durante a última Era do Gelo) - nos encontraríamos diante de um território que combinaria impressionantemente, por forma e tamanho, com a antiga Atlântida descrita por Platão: o filósofo escreveu em Crisis que este continente era maior que o Egito (isto é do Egito então conhecido); que o centro da ilha, não muito longe do mar, foi formado por uma planície cercada por baixos relevos a uma distância de 9 quilômetros; e que esses relevos estavam em uma ampla planície, cercados por altas montanhas a uma distância de 321 quilômetros.
No entanto, minhas conclusões sobre os chamados Muros de Bimini, supostamente arruinados pela Atlântida, não são, de modo algum, tão "Nova Era". Na verdade, acredito que as pedras que se formam e parecem ser feitas pelo homem não vêm da Atlântida, mas foram deixadas lá durante a Guerra Civil Americana.
Naquela época, um grande número de navios obrigaram o bloco da União a transportar mercadorias e suprimentos para os portos dos confederados. Rasgados dos navios da União, esses navios muitas vezes se retiraram para as baixas águas das Bahamas, onde grandes navios de guerra não podiam segui-los. Para navegar acima das rochas que restringem as águas foram muitas vezes forçados a sair do excesso de peso, de modo a diminuir o rascunho dos barcos. A maneira mais fácil de fazê-lo era se livrar das pedras de granito usadas como lastros nos tanques. Eu acho que esse hábito pode explicar a presença de muitas das pedras descobertas hoje em lugares como Bimini.
Continuei minhas investigações em muitos outros campos. Constatando, por exemplo, que as Bahamas têm suas próprias lendas pessoais sobre criaturas misteriosas semelhantes aos macacos, que nunca são deixados para ser vistos: "chickcharnies". Eu também descobri que existem muitas "histórias de fantasmas" relacionadas às Bahamas e que os xamãs na área têm a reputação de possuir poderes semi-divinos. Em suma, deixei as Bahamas com a impressão clara - cientificamente difícil de provar - de que existe um alto grau de energia psíquica ou mesmo energia "interdimensional" nesse arquipélago.
No entanto, minha atenção se remonta ao "Caribbean Underwater stargates" descoberto com os amigos Al Miller e Joel Green. Tenho uma proposta. Seria interessante realmente tentar entrar em um desses "stargates", exceto pelo fato de que eles geralmente são microscópicos e tendem a flutuar dentro e fora da existência. Portanto, eu sugiro que um ou mais físicos mergulhem em alguns locais onde as anormalidades magnéticas, talvez aquelas próximas a Nassau, foram encontradas em águas rasas, não muito longe da costa e da capital das Bahamas, o que poderia acomodar de maneira excelente a imprensa internacional eventualmente interessada em participar desse incomum "mergulhar no Stargate do Caribe".
Eles certamente devem ter muitos cientistas jovens, atléticos e esportivos que poderiam ser convencidos de usar equipamentos de mergulho e se aventurar no fundo do oceano para descobrir quais sensações telepáticas e mensagens que poderiam apanhar, filtradas no momento em que estes buracos de minhoca microscópicos se abrem para depois fechar e reabrir. A minha proposta pode soar estranha, mas eu e meus colegas de mergulho ficaríamos felizes em treinar os pesquisadores dispostos a tentar e depois sair com eles no fundo do oceano fora das Bahamas.
por Michael Preisinger
                                                Veja o Vídeo Abaixo: